//novo CRM
0800 941 9200

Visão Geral

O Modelo de Liderança prepara indivíduos e organizações para as transformações do trabalho, da cultura organizacional, das novas gerações e do mundo. Desenvolve a liderança de forma integral desenvolvendo as dimensões pessoal - inteligência emocional, saúde física e mental, relacional - pessoas, equipes, times diversos, organizacional - atenta à cultura e aos stakeholders e em rede - ecossistemas interno e externo. O resultado é uma liderança relevante no aspecto pessoal e profissional, adaptada aos desafios das transformações mundiais.

RESULTADOS

Definição 

do mapa de recursos e competências estratégicas, com implementação da cultura de elevado desempenho.

1
Inovação

colaborativa e uma liderança engajada e inspiradora que gera valor.

2
Conexão 

das lideranças em redes e espaços adaptativos com clientes, stakeholders e sociedade.

3
Sinergia

entre lideranças de diferentes áreas de negócios e crescimento sustentado

4
Eficiência

e eficácia dos recursos tornando a cultura e a organização mais longevas.

5
Melhoria

dos resultados a partir do desenvolvimento de equipes de elevada performance.

6

O Modelo de Liderança

Funciona como um instrumento que identifica o nível de maturidade em que a empresa se encontra e qual o nível deseja atingir, para que, a partir disso, o plano de desenvolvimento seja colocado em prática. Abaixo você confere os níveis de maturidade construídos pela FDC:

 Nível | Fundamental

Empresas no 1º Nível de Maturidade possuem gestores que são escolhidos principalmente por suas habilidades técnicas e operacionais, com poder e tomada de decisão concentrados neles. Eles são valorizados por sua capacidade de gerar resultados financeiros. Embora essas competências sejam importantes, a falta de foco em habilidades relacionais pode afetar negativamente o ambiente interno.

 Nível | Escalável

No 2ºNível as empresas começam a entender a importância das habilidades relacionais dos gestores. A liderança ainda é pautada pela capacidade técnica e operacional, mas a habilidade relacional passa a ser relevante. As competências demandadas para contratação de gestores incluem habilidades técnicas e relacionais, enquanto a estrutura de poder e tomada de decisão ainda é centralizada nos gestores. Além da geração de resultados financeiros, a empresa também valoriza a capacidade dos gestores de desenvolver relacionamentos.

 Nível | Integrado

Empresas que priorizam gestores que possuem habilidades relacionais e de rede, além de liderança distribuída e colegiado nas decisões se encontram no 3º Nível de Maturidade. As competências demandadas para seleção de gestores são claras e alinhadas com a estratégia da empresa. Além da geração de resultados financeiros, a empresa valoriza a capacidade dos gestores de mobilizar pessoas e stakeholders em prol de objetivos comuns, o que pode gerar um impacto positivo na empresa e na sociedade.

 Nível | Sistêmico

No 4º e último Nível as empresas entendem que os gestores devem ter manter as habilidades relacionais, de rede e a capacidade de mobilizar pessoas e organizações para a transformação da sociedade. A liderança também é distribuída e valoriza o colegiado nas decisões. As competências demandadas para contratação/seleção de gestores são claras e alinhadas com a estratégia da empresa, enquanto a empresa valoriza a capacidade dos gestores de mobilizar pessoas e stakeholders para gerar impactos positivos na sociedade. A empresa tem um papel importante na transformação da sociedade, e essa visão é refletida em sua cultura empresarial.